rádio é uma das melhores mídias para anunciar

12 MOTIVOS QUE EXPLICAM O SUCESSO DO RÁDIO COMO MÍDIA

Vivemos em um mundo em que as inovações tecnológicas são facilmente transformadas em obsoletas. Podemos perceber que isso realmente acontece com os aparelhos tecnológicos, como câmeras e celulares, mas, diferente desses, o primeiro meio de comunicação continua firme e presente e, inclusive não precisa de muita inovação para conquistar o público. Nós estamos falando do rádio.

Com seu primeiro conceito criado em 1863, por James Clerck Maxwell e aprimorado por Henrich Rudolph Hertz (1887), o rádio ao longo das décadas cresceu, evoluiu e convergiu para outros meios de comunicação.

Sua influência ocasionou inúmeros resultados, como se pode confirmar com a história, resistindo às mais diversas novidades tecnológicas, como a chegada da televisão, dos computadores e, até mesmo, do mundo de tecnologia móvel que está cada vez mais ágil e moderno.

Rádio para quem e para quantos?

Que o rádio alcançou o mundo, com certeza é verdade! O rádio despertou novos caminhos para a comunicação, com coberturas de guerras, telejornais, telenovelas, programas de entretenimento, publicidade, lançamentos de músicas e tantas outras informações.

No Brasil, ele continua tendo forte presença como veículo de comunicação, com alcance de cerca de 52 milhões de brasileiros, no qual 89% dos ouvintes estão entre as principais capitais do país e em suas regiões metropolitanas.

Nas grandes capitais, o rádio ainda é um ótimo companheiro para as manhãs e finais de tarde de trânsito intenso, períodos do dia em que os picos de audiência atingem cerca de 37 milhões de ouvintes.

Para alguns ouvintes, o rádio continua a representar o principal meio de comunicação quando a procura por notícia está relacionada a situações sobre o trânsito e informações políticas.

Publicidade no rádio

Investir em publicidade no rádio, hoje, é uma das formas mais econômicas para divulgação de um produto ou serviço.  Isso porque, o valor a ser pago geralmente é baixo (comparado com outras mídias) e possui uma acessibilidade gigantesca, alcançando locais longínquos e até onde ainda não tem acesso à internet ou mesmo à televisão.

Os investimentos de publicidade para este meio correspondem a 6,7% do total conferido aos meios de comunicação de massa. Conforme a declaração da radialista Carol Chab, as empresas que investem em anúncios em rádios, trazem vantagens que podem ser muito bem aproveitadas, como o custo-benefício – afinal, as propagandas feitas para esse meio de comunicação geralmente são mais baratas do que as realizadas para a televisão ou jornal impresso, por exemplo, – assim como a maior acessibilidade e o direcionamento.

 “As emissoras de rádio possuem um público extremamente específico – desde aquelas que se focam em esportes, outras para adolescentes, outras para políticos, para religiosos, pessoas altamente educadas, etc. Sabendo disso, é possível tirar proveito desse posicionamento, explorando aquela emissora que possui o mesmo público-alvo do seu produto/serviço. Investindo nessa área você tem uma chance muito maior de atingir com sucesso o seu público”, afirma Carol Chab, em entrevista ao site SEGS, dezembro/14.

Por que devo investir em rádio?

Empresas dos mais diversos ramos de serviço conseguem bons resultados quando utilizam campanhas no rádio. Confira 12 motivos que mostram que investir em rádio é um bom negócio, segundo a Associação Catarinense de Emissoras de rádio e televisão – ACAERT:

  1. Está junto do consumidor na hora da compra
  2. As pessoas passam mais tempo ouvindo o rádio
  3. É imbatível durante o horário comercial
  4. O consumidor passa 17% mais tempo com o rádio
  5. Atinge os consumidores dos principais ramos de atividade com mais eficiência
  6. Possui maior alcance
  7. Atinge o consumidor que tem antena parabólica
  8. O horário nobre do rádio dura 13 horas
  9. Só o rádio acompanha o consumidor no verão
  10. É o veículo de maior credibilidade
  11. Seu comercial no rádio pode mudar em menos de uma hora
  12. Custa 15 vezes menos para anunciar

Mas, de que forma é possível checar meus resultados?

 Com a convergência de mídias a todo o vapor, o rádio pode ser mensurado em meios digitais. Assim, um monitoramento de informações, trará todos os dados necessários para a compreensão da utilização da mídia como propagadora de marca, produto e serviço, além de prestar apoio quanto às mais diversas situações relacionadas a segmento, concorrência, consumidores e tendências de mercado.

Metrificar os resultados gerados, a partir de uma plataforma de monitoramento de informações, comprova as vantagens de propagar a visibilidade de uma marca ou negócio através desta mídia, ainda tão tradicional, mas também tão em alta quanto o Rádio.

Saiba mais:

 Banner Inteligênciav2

 

Compartilhar:
miti

miti

Monitoramento estratégico de conteúdo. Informações relevantes, selecionadas e filtradas de acordo com a estratégia de negócios de sua empresa. Nossa equipe de inteligência é formada por profissionais dedicados a estudar as especificidades de cada clientes.

Deixe uma resposta